Rumo ao Pico São Domingos e Pico da Raposa – Córrego do Bom Jesus – Mg

Esta, pode se considerar uma aventura e tanto, mas ao chegar no alto das Pedras as sensações são únicas….

Alto do Pico da Raposa

Ato do Pico São Domingos

Este post é um mix de 3 passeios pela  região em datas diferentes, mas todas com duração de apenas 1 dia. A primeira foi uma ida direta a Pedra  São Domingos e que simplesmente amamos. Alguns meses depois, deslumbrados com a região e já com nosso blog em andamento, lá fomos nós, em mais  duas aventuras que permitiram elaborar este post com mais detalhes…

Nos dois últimos passeios  incluímos o Morro do Cruzeiro em Cambuí, o Pico da Raposa em Córrego do Bom Jesus e, ainda, esticamos até Gonçalves- MG e Monte Verde- MG (nossa paixão e primeiro post do blog),tudo via rota de terra. Estes roteiros “meio loucos” incluíram muita estrada de terra e  não recomendo, pois devem ser feito com mais tempo, para quem esta hospedado  na região e com um carro com boa altura do solo. Já conhecíamos Gonçalves, que é muito linda, mas não sabíamos que era possível ir via Cambuí, e, acabamos por ir checar esta rota(que por sinal é linda) , quando, então, descobrimos o Pico da Raposa…

Vamos focar aqui, então, nas nossas idas a Pedra São Domingos e ao Pico da Raposa….

A Pedra São Domingos é um dos pontos mais altos do Sul de Minas. Com 2050 m de altura,  é possível avistar vários municípios : Córrego do Bom Jejus, Cambuí, Gonçalves, incluindo Monte Verde e Campos de Jordão, entre outros, bem como outros picos conhecidos como o do Selado e a Pedra do Baú.

Saindo de São paulo, são cerca de  130 km pela  Fernão Dias até Cambuí  e mais 20 km de Cambuí até o cume, via Córrego do Bom Jesus , o que é bem viável para um roteiro  “bate e volta”.

  

A estrada é linda…e, como podem ver, a região é cheia de opções atrativas…

Logo na entrada de Córrego de Bom Jejus, vale a pena dar uma parada no Centro Turístico, pegar um mapinha da região e tomar um café com o famoso “biscoitão” mineiro, assado, alí mesmo, na hora, em forno de lenha…

      

Depois, é só acompanhar as placas sentido Gonçalves, seguir  a indicação para a Pedra São Domingos. e curtir o cenário….

 

   

A subida tem acesso de carro até o topo, mas é ingrime, sem muita manutenção e, em muitos locais, só passa um carro….Você sobe, sobe e sobe…parece que vai chegar nas nuvens. Alguns trechos dão um pouco de adrenalina !!!

No final da estrada existe um pequeno estacionamento e uma “meia escadaria” nas pedras para se chegar ao cume. A vista é deslumbrante!!!  Neste dia, ao chegarmos, pegamos uma chuva e por algum tempo, ficamos alí, no alto, isolados, sem enxergar nada, meio receosos e pensamos até em desistir. Para nossa surpresa, após cerca de uns 40 min o ceú começou a abrir novamente e pudemos contemplar a paisagem e subir até o cume a pé.

  

  

Foi inesquecível, a amplitude da visão é de 360º e com 2050 m de altura, se o tempo estiver bom, avista-se  várias cidades!!!!

A única recomendação, é que para esta subida o ideal seria um 4×4 em um dia sem chuva, pois o acesso é muito íngreme e com a conservação um pouco duvidosa, além de , como todo pico, ser sujeito a raios. Entretanto, é possível, com algum cuidado, chegar com um carro sem tração, se estiver habituado com regiões de terra e subidas mais inclinadas…

Como havia comentado,  em um passeio posterior com  rota similar, conhecemos, também, o Pico da Raposa. Este tem acesso pela estrada que liga o município de  Côrrego do Bom Jesus á Gonçalves e existem muitas placas indicativas…

O Pico tem altura de 1480m e sua súbida de carro é  e bem mais fácil que a Pedra São Domingos, inclusive, para carros de passeio e é ponto de salto de  asa  delta e paraglider…

     

 

O ponto mais alto é muito agradável, dá para passar um bom tempo relaxando e curtindo a paisagem…

….

Enfim, passeios que valem a pena para “energizar” sua alma e voltar cheio de energia.

Recomendamos!!! BOA VIAGEM”….

 

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *